Epitácio Pessoa

Epitácio Pessoa, o Pita, nasceu em 1968, em Taquarituba (SP). Garoto, sonhava com um mundo de cores e imagens brincando de cinema com caixas de papelão. Em 1986, ganhou a sua primeira máquina fotográfica, um presente do pai, que juntou as economias do trabalho duro na roça para lhe ofertar uma Pentax K1000, um modelo hoje considerado peça de museu. 
Em 1987, graças à indicação de um fotógrafo da Polícia Técnica, chegou ao jornal Diário de Sorocaba (SP), onde realizou seus primeiros trabalhos como repórter fotógrafico. Um ano depois foi para o jornal O Estado de S.Paulo (SP), na capital paulista. Tempos depois, voltou a Sorocaba e durante um ano trabalhou no jornal Bom Dia (SP).
Em 2010, retornou ao O Estado de S.Paulo, e, no ano seguinte, conquistou o Prêmio Esso de Fotografia. Ele e o repórter José Maria Tomazela trafegavam por uma estrada rural em Lorena (SP), quando viram dois homens prestes a matar um garoto. A ação do fotógrafo impediu que o crime se consumasse. Ao registrar o fato, ele se sentiu usado por Deus, pois salvou uma vida.
 
Atualizado em Maio/2012 – Portal dos Jornalistas
Fonte:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *