Egídio Serpa

Egídio Serpa nasceu em Fortaleza/CE. Começou a carreira em 1959, como repórter da Rádio Dragão do Mar, na capital cearense. Um ano depois, estreou no jornal O Estado. Foi repórter de O Povo, da TV Ceará, da Tribuna do Ceará, do Diário de Pernambuco (Recife/PE), da Folha de S. Paulo e da TV Verdes Mares.

Durante 15 anos, foi repórter e depois diretor regional do Jornal do Brasil. Em O Povo, cobriu as Copas do Mundo de Futebol de 1994, nos EUA, e de 1998, na França; as Olimpíadas de Atlanta (EUA), em 1996, e de Sydnei (Austrália), em 2000; a viagem internacional do eleito presidente Tancredo Neves, entre janeiro e fevereiro de 1985; a assembléia-geral da ONU, em Nova York, e o terremoto na Cidade do México, ambos em setembro de 1985;

Como colunista, criou e escreveu por vários anos as colunas Vertical e Vertical S/A, em O Povo, e Comunicado, do Diário do Nordeste. Foi porta-voz do Governo do Ceará nas gestões de Tasso Jereissati e Ciro Gomes. Ocupou o cargo de assessor de imprensa do Ministério da Fazenda, em 1994, e do Ministério da Integração Nacional, de 2003 a 2006, todas com Ciro Gomes como ministro.

Desde 2004 escreve a coluna Egídio Serpa, tendo um blog de mesmo nome no site do Diário do Nordeste, onde fala sobre economia. Edita o Caderno de Negócios, no mesmo jornal, além de produtor e apresentador do programa Encontro Marcado com Egídio Serpa, na TV Diário, de Fortaleza/CE. Apresenta cinco boletins informativos ao longo da programação da Rádio Verdes Mares, intitulados O Repórter Egídio Serpa Informa.

Em 2009, Egídio Serpa completou 50 anos de carreira.

Atualizado em janeiro/2012 – Portal dos Jornalistas.

Fonte: http://blogs.diariodonordeste.com.br/egidio/perfil/, acessado em janeiro/2012.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *