Débora Bergamasco

Débora Bergamasco concluiu o curso de Jornalismo na Universidade Estadual de Londrina (Uel/PR).
 
Atuou na equipe de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo (SP), em 2009. No mesmo ano, cobriu férias no jornal O Estado de S.Paulo, trabalhando na coluna Direto da Fonte, de Sonia Racy.  Mudou-se, então, para Nova York (EUA) para um período de estudos. Na volta, como tinha agradado, foi contratada pelo Grupo Estado em janeiro de 2010, permanecendo como repórter da Direto da Fonte até 2012. 
 
Fixou-se depois em Brasília, onde trabalhou como repórter na editoria de Política da sucursal do Grupo Estado. Em abril de 2015 aceitou convite de Marcone Gonçalves, diretor de Comunicação do Ministério da Justiça, e começou na Assessoria Especial do ministro José Eduardo Cardozo, cargo que exerceu até setembro de 2015.
 
Assumiu, então, a direção da sucursal da IstoÉ em Brasília, bem como a coluna Brasil Confidencial da revista. Após a publicação da reportagem A delação de Delcídio, em março de 2016, passou a ser alvo de ataques e insinuações de ordem sexual na internet. Recebeu a solidariedade das mulheres da Editora Três em carta aberta divulgada no Dia Internacional da Mulher.
 
 
Atualizado em outubro de 2016
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *