Darcio Oliveira

Darcio Oliveira nasceu em São Paulo (SP) e é formado em Jornalismo pela Faculdades Integradas Alcântara Machado (Fiam/SP), em 1994.
 
A primeira experiência profissional foi como estagiário em A Gazeta Esportiva (SP), durante o ano de 1993. Ajudava nos cadernos de Assuntos Gerais, Política, Economia, Cultura etc. Só não cobria Esporte, até então sua paixão confessa.
 
Passou depois brevemente por trabalhos em Assessoria de Imprensa, até que teve a oportunidade de fazer um teste na revista IstoÉ (SP), da Editora Três. Passou, entrou em experiência e foi efetivado em 1994. Ficou poucos meses na área de Comportamento, fez Esportes, até que surgiu uma vaga na editoria de Economia e Negócios. Começou como repórter e passou rapidamente a editor. Ficou na editora por 13 anos, três deles na IstoÉ e dez na IstoÉ Dinheiro (SP), onde trabalhou desde o nascimento da revista em 1997.
 
Em 2007 passou um mês em O Estado de S.Paulo (SP), em um projeto freelancer, quando foi chamado novamente para fundar uma revista, a Revista da Semana (SP), da Editora Abril. Ficou na publicação até o final daquele ano.
 
Surgiu, então, o convite para trabalhar na Época Negócios (SP). Resolveu aceitar e ficou por dois anos e meio na revista. Em agosto de 2009, por sua vez, foi convidado por Ricardo Galuppo para participar de mais um novo projeto: o do  lançamento do Brasil Econômico (SP). Tornou-se diretor-adjunto da publicação em 23 de setembro de 2009 e participou ativamente do lançamento do jornal/site/mobile em outubro, antecipado para aproveitar o fechamento da Gazeta Mercantil.
 
Tinha função burocrática, mas gostava de participar do fechamento, da edição das principais matérias e na proposição de fontes. Ficou no BE por sete meses (veja entrevista no portal Carreira & Sucesso).
 
Retornou em maio de 2010 para a Época Negócios como editor-executivo. Um ano depois, em julho de 2011, assumiu como redator-chefe da revista. No final de 2014, tornou-se diretor de Redação, num momento em que a Editora Globo deslocou a publicação para um núcleo que conta também com as revistas Pequena Empresas & Grandes Negócios (SP), Globo Rural (SP) e AutoEsporte (SP). Assumiu o cargo em janeiro de 2015.
 
Com a reportagem Aqui, a gente dá o osso maior do que o cara pode roer. E vê se ele consegue faturou não apenas a categoria Entrevista, como também o Grande Prêmio de Reportagem do Prêmio Editora Globo de Jornalismo 2016.
 
É torcedor da Sociedade Esportiva Palmeiras.
 
 
Atualizado em setembro de 2016
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *