Cristina Padiglione

Ana Cristina Padiglione estudou Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero (SP).
 
Começou sua carreira jornalística em 1990, quando integrou a equipe da coluna de televisão que Ferreira Netto (1938-2002) e Flávio Ricco mantinham na Folha da Tarde (SP) e que também era publicada em mais de 30 jornais. Chegou a trabalhar na equipe deles na TV Record, ficando quase um ano na produção do Programa Ferreira Netto, voltado mais para a área política.
 
Como gostava mesmo era de escrever sobre televisão, voltou para a coluna da Folha da Tarde. No jornal, passou a assinar a coluna Zapping e a escrever reportagens sobre tevê e novelas. Foi também repórter da revista de celebridades Chiques & Famosos (SP).
 
Em 1995 foi para o Jornal da Tarde (SP), onde fez a coluna Gente de TV. Em 1997 seguiu para a Folha de S.Paulo (SP), onde escreveu a coluna Outro Canal até 1999.
 
De lá se transferiu para O Estado de S.Paulo (SP), em março de 2000, onde editou os suplementos infantil e de TV, assunto que a levou ao Caderno 2, onde foi editora do suplemento TV & Lazer, escreveu para o blog Teleguiados no portal Estadão.com e assinou a coluna Sem Intervalo, onde abordava o universo da televisão e fazia críticas de novelas e programas. Deixou o Grupo Estado em agosto de 2016. Desde então, mantém no ar o blog TelePadi.
 
Foi várias vezes jurada dos troféus Imprensa, do SBT, e APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte.
 
Vê tevê desde criancinha. Gosta tanto de novelas que até participou do elenco de uma delas: As Pupilas do Senhor Reitor, dirigida por Nilton Travesso e exibida no SBT entre 1994 e 1995.
 
É casada com o jornalista Marcelo Godoy.
 
 
Atualizado em outubro de 2016
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *