Cláudio Prisco

Cláudio Prisco Paraíso começou no jornalismo em 1980, no jornal O Estado(SC), como repórter de Geral, passando depois de um ano a atuar na áreaPolítica, como o primeiro setorista do Executivo estadual.

 

Em 1985, foi repórter especial do Jornal de Santa Catarina (SC). Emfevereiro de 1986, passou a atuar como analista político do Diário Catarinense(SC), da RBS TV (SC), da Itapema FM (SC) (entre 1993 e 1994) e, a partir de1996, da CBN/Diário (SC), veículos onde permaneceu até maio de 1997. Durante os11 anos de RBS-SC, participou de coberturas internacionais e de sete campanhaseleitorais.

 

Retornou ao jornal O Estado em 1999, data que também marcou sua chegadaao jornal A Notícia (SC) e ao SBT (SC). Prisco Paraíso ficou em O Estado e noSBT até outubro de 2003. Também passou por Rádio e TV Record, em Criciúma (SC).N?A Notícia, Prisco Paraíso mantém sua coluna diária sobre política, além demanter o blog do Prisco, no site do jornal, e atuar comocomentarista na rádio Som Maior (SC).

 

 

Última atualização:08/2011
[Fontes:

http://www.ajorb.com.br/aj-for-impr-censura%20ao%20jornalista%20na%20empresa.htm

http://www.adjorisc.com.br/jornais/acomarca/2.1922/geral/palestra-com-claudio-prisco-paraiso-em-presidente-getulio-1.154712

http://issuu.com/mosjornalistassantacatarina/docs/vamosjuntoschapa2

http://wp.clicrbs.com.br/prisco]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *