Cláudio Motta

Cláudio Motta é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso em 1999 e pós-graduado em Gestão Ambiental pela UFRJ/Instituto Brasil Pnuma em 2012.
Repórter da revista Globo Amanhã, suplemento de sustentabilidade publicado nas terças, está em O Globo desde 2000. Atuou na revista Planeta Terra e nas editorias Ciência e Saúde; Rio; além dos Jornais de Bairro. 
Em 2008, suas matérias Mudanças reais do mundo digital das favelas e Informática para se reconectar à sociedade levaram o Prêmio Microcamp de Jornalismo. Fez parte da equipe que produziu a série ?24 horas?, vencedora do Prêmio Tim Lopes de jornalismo em 2007 e finalista do Prêmio Imprensa Embratel 2006.
Também foi finalista do Embratel em 2009, com a série Jovens em Risco, em parceria com a repórter Vera Araújo.
Em 2012, foi finalista do prêmio Jornalistas&Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade com a matéria Dinheiro no lixo. Em 2010, recebeu este mesmo prêmio, na categoria mídia impressa nacional, com a série de reportagens Caminhos da América, produzida com os repórteres Carla Rocha e Fábio Vasconcellos. As reportagens também foram publicadas nos jornais do Grupo de Diários América (GDA) e geraram uma mesa de debates dentro da programação oficial do Fórum Urbano Mundial, realizado pela ONU no Rio de Janeiro.
 
 
 
Atualizado em outubro/2012 – Portal dos Jornalistas
 
Fonte:
Informações fornecidas pelo jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *