Celso Freitas

Celso Freitas nasceu em Criciúma (SC), em 18 de setembro de 1953. É formado em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, de São Paulo (SP).
 
Começou a trabalhar no rádio, em 1969, em sua cidade natal, mas foi em Brasília que descobriu a televisão e deu os primeiros passos para a sua carreira multimídia.
 
Quando serviu na Polícia do Exército na capital federal, foi indicado para fazer a transmissão local do Jornal Nacional. Em 1976, foi transferido para a sucursal paulista da Rede Globo. Passou, então, a apresentar os blocos locais do Jornal Nacional e do Jornal Hoje. Na época, fazia o curso de Jornalismo na Cásper Líbero.
 
Em 1983, substituiu Sérgio Chapelin na bancada do Jornal Nacional e, juntamente com Cid Moreira, apresentou o jornalístico até 1989. Nesse ano, tornou-se apresentador do Fantástico e do Globo Repórter, programas que comandou até 1997.
 
Simultaneamente às suas atividades na Globo, passou a interessar-se por tecnologia. Criou, produziu e apresentou o programa Hipermídia para a GNT, com o objetivo de descomplicar a informática para o espectador. Também produziu para a TV Cultura de São Paulo o programa de turismo Tribos e Trilhas, em parceria com a repórter Neide Duarte. Nesse período, ainda foi apresentador da rádio CBN, na qual permaneceu até 2004, quando se transferiu da Globo para a Record.
 
Na Record, ancorou o programa Domingo Espetacular entre 2004 e 2006. A partir de 2006, assumiu a bancada do Jornal da Record e tornou-se apresentador do Repórter Record, o qual deixou em 2009.
 
Atualmente, além do Jornal da Record, que apresenta juntamente com Ana Paula Padrão, comanda o programa Entrevista Record: Bastidores da Notícia, na Record News.
 
A mediação de debates eleitorais e a apresentação de programas especiais são alguns dos destaques de sua trajetória na emissora.
 
Esteve entre os finalistas do Prêmio Comunique-se em 2010 e em 2011, na categoria Âncora de TV.
Última atualização: 12/2011
Fontes:
Jornalistas&Cia., edição Sp756, de 11/08/2010; Jornalistas&Cia., edição Sp804A, de 28/07/2011.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *