Carlos Lindenberg

Carlos Lindenberg Espínola Castro é mineiro e jornalista desde 1965.
 

Nascido em Espinosa, MinasGerais, Lindenberg iniciou sua carreira jornalística em 1965 em O Jornal,veículo de Montes Claros/MG. Ainda em Montes Claros trabalhou na Gazeta do Norte efoi editor da Revista Encontro.   

Formou-se em Jornalismo pelaUFMG e tornou-se editor do jornal Estado de Minas. Atuou ainda como chefe deredação de O Globo, chefe de sucursal da revista Veja e diretor de redação doHoje em Dia, onde tinha uma coluna política diária.

Em meio a tanto trabalho,Lindenberg encontrou ainda encontrou tempo para dedicar-se à literatura. Olivro de crônicas ?Quase História? é uma compilação de crônicas escritas entre1990 e 2007, escritas originalmente para noticiar os acontecimentos da políticamineira.

Passou ainda pela Secretariade Imprensa do Governo do Estado. Dentre os inúmeros reconhecimentos recebidospela atuação da imprensa, Lindemberg foi homenageado pela Medalha daInconfidência, mais alta comenda oferecida pelo Governo de Minas Gerais, e pelaComenda da Ordem do Rio Branco, condecoração oferecida pelo Ministério dasRelações Exteriores do Brasil a profissionais que contribuem para odesenvolvimento do país.

Trabalhou no Estado de Minas e chefiou as sucursais de Veja e Globo (jornal e tevê) em Belo Horizonte. Assessorou o governador Newton Cardoso. Foi colunista de Política e diretor de Redação do jornal Hoje em Dia, em Belo Horizonte, MG.
 
Assumiu em julho de 2012 a diretoria executiva do Grupo VB Comunicação, de BH. A mudança foi ocasionada devido ao crescimento exponencial dos veículos do grupo e tem como objetivo ampliar o mercado de atuação dos veículos agregados.
 

 

 

Atualizado em julho/2012 – Portal dos Jornalistas/MG

 
Fonte:
J&Cia – Edição 849 – julho/2012
Extraído do livro Jornalistas Brasileiros – Quem é Quem no Jornalismo de Economia (Mega Brasil/Call Comunicações, 2005).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *