Arthur Pereira Filho

Arthur Pereira Filho tem 58 anos e é formado em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes (USP), desde 1974. Começou a carreira n’A Gazeta Esportiva, em 1972, como repórter de futebol.
Em 1973, trabalhou nas editorias de Internacional do antigo Diário de São Paulo (SP); e de Esportes, do Diário da Noite (SP), dos Diários Associados. Em 1974, viveu uma rápida experiência no rádio, como redator do Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan (SP). Em 1975, passou para a Agência Folha (SP), na qual foi repórter de Geral e setorista em Congonhas e no Palácio dos Bandeirantes. No segundo semestre de 1976, a carreira profissional sofreu uma interrupção de dois anos para uma temporada na França, para fazer um mestrado, não concluído.
Em 1978, de volta ao Brasil, participou da criação e foi um dos editores do jornal O Trabalho (SP), lançado quase que simultaneamente aos grandes movimentos grevistas do ABC, entre 1978 e 1979. Nesse período, acumulando funções, foi também repórter da revista O Empreiteiro (SP), especializada na área da construção, da qual saiu na onda de demissões como conseqüência da greve dos jornalistas de 1979. Em 1983, retornou à Folha de S. Paulo (SP), como redator da Ilustrada, encarregado da edição de Roteiro Acontece, e permaneceu no cargo durante três anos. Em 1986, foi transferido para editoria de Política, como redator, e por lá ficou até o final de 1987. Após período de dois anos nos EUA, em viagem de estudo e apenas fazendo frilas, Arthur voltou para a Folha de S.Paulo, em setembro de 1989. Até se fixar como repórter de Economia, foi novamente redator de Política, de Cidades, da Primeira Página e editor do Caderno Grande ABC.
Começou a atuar no Jornalismo de Economia em 1993, ainda na Folha, como responsável pela cobertura da indústria automobilística, função que exerceu durante pouco mais de cinco anos.
No início de 1999, transferiu-se para a Gazeta Mercantil (SP), na qual permaneceu por dois anos. Ocupou os cargos de editor-adjunto e editor do caderno Grande São Paulo, além de participar do lançamento dos cadernos Imóveis e Carro.
Atua no Valor Econômico (SP) desde 2001, onde foi editor-assistente de Projetos Especiais durante três anos e o responsável pela coordenação das páginas de Opinião, até ocupar o atual cargo de editor-assistente de Brasil.
Atualizado pelo Portal dos Jornalista em Setembro/2011
Fonte: Livro Jornalistas Brasileiros ? Quem é quem no jornalismo de Economia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *