Angela Fernanda Belfort

Angela Fernanda Belfort de Araujo nasceu em 21 de outubro de 1964, em Recife (PE). Em 1989, concluiu pós-graduação em Artes Cênicas na Universidade Federal de Pernambuco. Começou no Jornalismo, em 1988, como repórter, na primeira Folha de Pernambuco, que circulou na capital do Estado.
Entre fevereiro e agosto de 1990, foi editora de Cultura do jornal. Depois disso, atuou, até o final de 1991, como repórter da Agência Folha em Recife. Entre o final de 1996 e julho de 2000, foi repórter de Economia do Jornal do Commercio, onde permanece até hoje, como repórter sênior.
Ganhou, com Jamildo Melo, pela matéria O Desmonte da Malha Nordeste, os prêmios IX Fiat Allis de Jornalismo Econômico, em 2001; o 46º Prêmio Esso Regional (Nordeste); e o Cristina Tavares, concedido pelo Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco. Em 2002, ganhou menção honrosa do Prêmio Carrefour de Jornalismo, com a matéria Camarão, uma iguaria tipo exportação. Em 2003, voltou a ganhar o Fiat Allis, novamente com Jamildo, com a matéria O Brasil a Ver Navios, que se transformou no livro O Brasil a Ver Navios (Bagaço, 2003). E, em 2011, venceu o Prêmio Porto Digital de Jornalismo, na categoria Impresso, pela produção do caderno especial Nova fronteira digital, sobre o surgimento de novas formas de negócios, relacionados à economia imaterial, cultura digital e tecnologias da informação.
Fez teatro na década de 80 e, desde 2000, pinta quadros e porcelana.
Atualizado pelo Portal dos Jornalista em Setembro/2011
Fonte:
Livro Jornalistas Brasileiros ? Quem é Quem no Jornalismo de Economia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *