Amaro Neto

Amaro Neto é natural do Espírito Santo.
Bem antes de se formar em Comunicação Social, já trabalhava em veículos de comunicação de Vitória (ES). Iniciou a carreira em 1992, na rádio Tropical FM, emissora que unia Jornalismo e sucessos musicais populares. Em seguida, passou pelo rádio do interior do Espírito Santo, onde diz ter aprendido mais sobre a profissão, por ter ocupado todas as funções.
De volta à Vitória, assumiu o cargo de âncora de programas jornalísticos da rádio Espírito Santo (ES), que pertence ao Governo do Estado. Na emissora, também foi gerente de Jornalismo.
No começo dos anos 2000, fez a faculdade de Jornalismo, o que o credenciou a trabalhar na televisão, assumindo a edição local do Balanço Geral, na TV Record (ES). Em 2009, transferiu-se para a rádio Vitória (ES), que é do mesmo grupo que controla a afiliada da Record no Estado. Acumulou as duas funções por três anos, apresentando o programa de rádio de manhã e o da TV no início da tarde.
Em 2012, transferiu-se para Belo Horizonte (MG), onde assumiu a apresentação do programa Brasil Urgente Minas, no lugar de Marcos Maracanã.
Foi vencedor do Prêmio Capixaba de Jornalismo, com uma matéria sobre o crack, abordando o aumento do uso da droga na Grande Vitória.
Atualizado em outubro/2012 – Portal dos Jornalistas.
Fonte:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *