Amanda Rossi

Amanda Rossi traz na bagagem acadêmica o bacharelado em Jornalismo pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, ECA/USP, em 2010 e a formação complementar no curso de Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP), Additional study in Social Sciences at Faculty of Philosophy and Humanities.

Começou a trajetória no jornalismo como repórter estagiária no Terra Magazine em março de 2006. Concluiu o estágio em janeiro de 2007.

Ainda como repórter estagiária passou pela Agência Estado em 2007. Em 2008 migrou como redatora do Blogger MTV Pública – MTV Brasil. Foi Editora e repórter em Tempo de Política a partir de agosto de 2008.

Durante o ano de 2011 e abril de 2012, Amanda Rossi idealizou e coordenou  com a jornalistas e Jamila Venturini em Citizen Data Reporters o projeto de jornalismo cidadão Amigos de Januária que se materializou com a união de forças do mundo inteiro: a Associação Amigos de Januária (Asajan), pessoalmente o jornalista Fábio Oliva que além de coordenador do projeto, foi um dos formadores do curso; a organização Rising Voices, que financiou parte dos custos; a ONG Artigo 19, que colaborou com passagens e com uma apresentação sobre acesso à informação. O The Data Journalism Handbook envolveu mais de 70 indivíduos que ajudaram a completar o financiamento através da plataforma Catarse; e a Escola Estadual Olegário Maciel, que cedeu seu espaço para o acontecimento dos encontros. A narrativa é sobre Januária, cidade de Minas Gerais.

Para fazer frente a todas as atividades do período atuou como freelancer entre março de 2010 e abril de 2012. E ainda em 2012 foi repórter do portal de notícias da Globo, o G1.

Retornou ao jornal O Estado de S.Paulo atuando no Estadão Dados, abril de 2012. No Estadão conquistou dois prêmios: o 12º Prêmio Estadão de Jornalismo, em 1º lugar na categoria Infografia Animada, e no mesmo mês – dezembro de 2012 – o 2º lugar na categoria Edição Multimídia.

Lançou em agosto de 2015 o livro Moçambique, o Brasil é aqui, Editora Record, sobre as relações entre o Brasil e a África, primeiro em São Paulo, 11/8, depois em Brasília, 20/8. Para escrever este livro a jornalista Amanda Rossi trabalhou em cima da ideia por cinco anos e atravessou milhares de quilômetros por terra e pelos céus de Moçambique, ao longo de uma vivência de sete meses no país, entre 2010 e 2013. O resultado é uma reportagem aprofundada sobre as relações comerciais e diplomáticas entre Brasil e Moçambique, um mergulho fundo nos arquivos desse relacionamento. Vislumbram-se a cor local e o sabor da cultura moçambicana, enquanto se descobrem informações inéditas sobre a correspondência diplomática entre Brasília e Maputo.

Faz parte da abordagem a estatística sobre os investimentos brasileiros em Moçambique e as motivações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no relacionamento com um continente que nunca havia sido prioridade da agenda brasileira.

A partir de outubro de 2014 acumulou com a função de Produtora na TV Globo para o Jornal Nacional e o núcleo de reportagens especiais sobre a crise da água. Segue em agosto de 2015 como jornalista freelancer.

 

 

Atualizado em agosto/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://www.livrariacultura.com.br/p/mocambique-o-brasil-e-aqui-15073855

http://datajournalismhandbook.org/1.0/en/case_studies_15.html

https://amigosdejanuaria.wordpress.com/

http://tempodepolitica.com.br

https://www.linkedin.com/in/amandarossi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *