Aloísio Morais

Aloísio Morais Martins nasceu em Governador Valadares, Minas Gerais, em 10 de janeiro de 1948. Foicriado em Caratinga e, por volta dos 15 anos, mudou com a família para acapital mineira para concluir os estudos. Cursou Comunicação Social naUniversidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Iniciou a carreira profissional comorepórter de cidades do Jornal de Minas, onde, posteriormente, foi promovido aEditor. Nessa época, conciliava o seu trabalho no jornal com o de Assessor deImprensa na Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.

Também trabalhou na imprensaalternativa, tendo participado da fundação de publicações como os jornaisVapor e De Fato e da Revista Circus.

Entre 1977 e 1979, atuou como repórterdas revistas Manchete e Retrato do Brasil e do Jornal Movimento, época em que teve a oportunidade de entrevistar o jogador Reinaldo quando este iniciava acarreira no futebol.

Posteriormente, assumiu a Chefia deReportagem da sucursal do Jornal O Globo em Belo Horizonte, função que exerceupor cinco anos. Nesse período também colaborava com as sucursais das revistasVeja e IstoÉ na capital.

Em 1986, foi Editor do noticiário daRede Minas de Televisão, onde permaneceu por dois anos.

Desde 1988, atua no Jornal Hoje em Dia, onde atuou como editor em várias editorias, como nos cadernos Mundo, Brasil, Política, Minas, chegando a ser Editor de PrimeiraPágina e Opinião, espaço em que apresentou a opinião do jornal sobre os assuntos mais importantes, além de publicar artigos que contextualizam os fatos e dar espaço para que o leitor expresse sua opinião livremente. Também segue com suas atividades no sindicato onde assume a função de Diretor Financeiro.

Atualmente, segue no jornal como subeditor do caderno Minas.

Paralelamente à sua atividade nojornal, também foi presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais deMinas Gerais em duas gestões, entre 1992 e 1993 e 2008 e 2011. No órgão, assumiu a função de Diretor Financeiro.


 

Atualizado em julho de 2012- Portal dos Jornalistas/MG

Fonte: Informações fornecidas pelopróprio jornalista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *