Adriana Araújo

Adriana Araújo nasceu em Itabirito (MG). Formou-se em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG).

Começou a carreira em Belo Horizonte, como repórter de Economia do jornal Diário do Comércio. Na mesma época, entrou para a TV Globo, em Minas, trabalhando como editora dos telejornais locais. Em 1995, passou para a equipe de reportagem, fazendo matérias para o Jornal Nacional, o Jornal Hoje, o Fantástico, o Bom Dia Brasil e o Globo Repórter

Em 2002, foi transferida para a TV Globo de Brasília, para trabalhar como repórter de política, onde fez entradas ao vivo para o Jornal Hoje e para o Jornal Nacional. Após 11 anos de atuação na TV Globo, foi convidada pela TV Record para ancorar o principal noticiário da emissora, o Jornal da Record, ao lado de Celso Freitas.

Também apresentou o Entrevista Record – Brasil em Discussão. Em 2009, passou a ser correspondente da Rede Record em Nova Iorque.

Retornou ao Brasil em 2010 como repórter especial da TV Record e apresentadora eventual do Jornal da Record. A partir daí cobriu acontecimentos como o resgaste dos mineiros do Chile, em 2010. Em 1º de novembro de 2010, Adriana entrevistou, ao lado de Ana Paula Padrão e com exclusividade para o Jornal da Record, a presidenta recém-eleita Dilma Rousseff, vitoriosa nas urnas um dia antes. Foi a primeira entrevista de Dilma depois da vitória.

Depois vieram as coberturas do Acidente nuclear de Fukushima, no Japão, em 2011, além de fazer reportagens especiais para o Domingo Espetacular. Ainda em 2011 ela foi enviada ao México, para a cobertura dos Jogos Pan. Nas Olimpíadas de Londres fez o antes, a preparação da cidade, turistas e atletas, e a transmissão da abertura dos jogos.

Voltou a comandar o Jornal da Record em 26 de março de 2013. Da bancada do jornal entrevistou os os principais candidatos à presidência da república em setembro de 2014 e mediou o debate com os presidenciáveis. Após o resultado das urnas voltou a entrevistar – ao vivo – em primeira mão, direto do Palácio da Alvorada, em Brasília, a presidente Dilma recém-reeleita para mais um mandato.

Editou o blog Entre Nós, no portal R7, onde se apresentava como “funcionária da notícia”. Marcou em seu perfil de lutadora a trajetória de recuperação da saúde de sua filha. Sobre o assunto publicou uma carta em novembro de 2015.

Está entre os eleitos para o Top 50 (11º a 50º lugares) da edição 2015 do Prêmio Os +Admirados Jornalistas Brasileiros, edição 2015. Realizada por Jornalistas&Cia em parceria com a Maxpress, a votação é feita dois turnos, abrange um colégio eleitoral integrado por 48 mil profissionais, sendo cerca de 3 mil da área de comunicação corporativa e 45 mil jornalistas de redações.  Nesta segunda edição da premiação foram recebidas cerca de 8 mil indicações, abrangendo quase 3 mil nomes de jornalistas. Passaram para a final 347 jornalistas da etapa Nacional.

 

 

Atualizado em novembro/2015 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

Jornalistas&Cia – Edição 1028: file:///C:/Users/Zeza/Downloads/jornalistasecia1028%20(1).pdf

http://noticias.r7.com/blogs/jornal-da-record/

http://entretenimento.r7.com/hoje-em-dia/videos/adriana-araujo-fala-sobre-o-tratamento-da-filha-que-fez-dez-cirurgias-em-15-anos/idmedia/536ce71e0cf23f63c341ee52.html

Entre Nós, disponível em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *