Memórias da Redação – Bom dia, Roquette!

A história desta semana é uma colaboração de Luiz André Ferreira (luizandre@94fm.rj.gov.br), diretor de Jornalismo da Rádio Roquette-Pinto 94,1 FM, do Rio de Janeiro, e âncora do programa Primeira Página. Bom dia, Roquette! Um dia, apresentando o programa das manhãs Primeira Página da Rádio Roquette-Pinto 94,1 FM RJ (diariamente, entre 9h30 e 12h), um dos entrevistados (cujo nome não vou revelar por questão ética) imaginou que estava falando com o “pioneiro do rádio” Edgard Roquette-Pinto e dirigiu-se a mim com um sonoro “Bom dia, Roquette!”. Não sei se os ouvintes perceberam, já que o nome do “mestre” também é o nome da rádio e, por isso, pode não ter chamado atenção. É de praxe: os nomes do apresentador, do programa e da rádio são ditos no primeiro contato para o agendamento e repetidos segundos antes de começar a entrevista. No estúdio, foi uma gargalhada geral. O microfone teve que ser cortado enquanto o entrevistado falava sozinho, até que os ânimos tivessem sido controlados pelos apresentadores, produtores e operador. Conseguimos apenas encerrar, sem nem mais uma pergunta, agradecendo e jogando chamadas promocionais na sequência. Fora do ar, um dos produtores comunicou a gafe ao entrevistado, que nos pediu pelo amor de Deus para não divulgarmos o seu nome. Lembro que, passado o susto, para alguém apaixonado pelo rádio como eu não poderia ter havido honraria maior. Mas Roquette-Pinto morreu em 18 de outubro de 1954!