Elvira Lobato relata em livro os desafios do jornalismo na Amazônia

Capa do livro

Elvira Lobato, com 40 anos de profissão – 27 deles na Folha de S.Paulo –, lançou Antenas da floresta (Objetiva), resultado de três expedições pela Amazônia Legal, entre 2015 e 2016. A obra traz relatos de repórteres e cinegrafistas sobre como é o trabalho de fazer jornalismo nessa região, diante da precariedade técnica e financeira. Há pelo menos 400 microemissoras de TV com permissão para produzir e apresentar suas produções.

Uma das histórias curiosas mostra a relevância da produção local: em Araguaína (TO), cidade de 100 mil habitantes que tem sete telejornais, “se alguém leva um tiro, avisam primeiro a tevê e só depois chamam a polícia ou ambulância”, diz o apresentador Jaime Júnior.

Apesar de fazer ressalvas à qualidade do noticiário, a obra acaba sendo uma profissão de fé no jornalismo. No final Elvira escreve: “A jornalista que começou este livro não é a mesma que o concluiu. A experiência modificou positivamente meu olhar sobre o exercício da profissão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *