Edison Veiga deixa o Estadão por livros e sabático com a família

Edison Veiga

Com quase dez anos de casa, Edison Veiga deixou o Estadão, onde era colunista do Divirta-se (autor das Paulistices), repórter de Metrópole e blogueiro. Ele embarca em fevereiro para a Europa, com a mulher, a designer Mariana Veiga, e o filho pequeno, com o objetivo de um sabático. “Espero que um sabático com muito trabalho”, diz ele, que estará disponível para frilas no Velho Mundo pelo edison.veiga@gmail.com ou por sua página no Facebook.

Autor de sete livros, entre os quais a primeira biografia publicada sobre o padre Marcelo Rossi (Padre Marcelo Rossi, a superação pela fé, da Panda Books) e um livro-reportagem sobre o Theatro Municipal de São Paulo (Ed. Senac), leva na bagagem a encomenda de um novo título, sobre uma figura italiana do catolicismo. Também espera aproveitar o sabático para alimentar o projeto The Veigas, que tem com a mulher, no qual ambos são entusiastas de viagens pelo mundo com criança pequena (fb.com/theveigas123 e instagram.com/the_veigas).

Experiência para tal não falta: com apenas quatro anos, Chico, o filho do casal, já conheceu 16 países, em aventuras como a famosa rota Transiberiana, acampar com nômades na Mongólia e cruzar, de carro, 3,7 mil km pela África.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *