CNT anuncia vencedores do seu 24º Prêmio de Jornalismo

O roubo de cargas, um dos problemas mais graves enfrentados pelo setor transportador atualmente, foi o tema abordado em três dos sete trabalhos vencedores do 24º Prêmio CNT de Jornalismo. O jornal carioca Extra levou o Grande Prêmio desta edição, com O Rio sem entrega, de Luã Marinatto e equipe. O portal Metrópoles, de Brasília, venceu na categoria Internet, com a matéria Transbrasil, um embarque para o crime nas rodovias brasileiras, de Mirelle Pinheiro, Suzano Almeida e uma equipe que envolveu 17 profissionais. Os repórteres relatam como funciona o esquema de obtenção de autorizações para circulação de ônibus que não oferecem segurança aos passageiros, entre outros problemas.

O Correio Braziliense venceu na categoria Meio Ambiente e Transporte, com o especial Ciclovias em busca de uma cidade, com textos de Leonardo Cavalcanti, Natália Lambert, Maiza Santos e Aline Brito, edição de vídeo de Gustavo Breder e desenvolvimento de web de Vinícius Paixão. A reportagem mostra que Brasília não oferece boa distribuição de ciclovias e aponta que a substituição de parte dos carros por bicicletas poderia ajudar na redução das emissões, na melhoria da qualidade do ar e da saúde da população.

Os demais vencedores foram: Impresso – Karla Mendes/O Estado de S. Paulo, com Perigo nos rios; TV – Bruno Grubertt e equipe/TV Recife, com a série de reportagens Nos caminhos da Transnordestina; Fotografia – Guilherme Pinto/O Globo, com Fora de controle; Rádio – Guilherme Balza e equipe/CBN-SP, com a série Estrada de risco.

A entrega dos prêmios será em 6/12, em cerimônia a ser realizada em Brasília. O vencedor de cada categoria ganhará R$ 35 mil, e o do Grande Prêmio, R$ 60 mil. Neste ano, o corpo de jurados foi formado por Cristiano Romero (Valor Econômico), Silvia Salek (BBC Brasil em Londres), Dimmi Amora (Agência Infra), Helcio Zolini (Record Minas) e pelo pesquisador de infraestrutura do Ipea Carlos Campos Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *