Após agressão, Julio Ribeiro processará dirigente do Internacional

O diretor-geral da Revista Press Julio Ribeiro foi agredido ao vivo nesta segunda-feira (12/12) durante exibição do programa Cadeira Cativa, da Ulbra TV. Durante a atração, comandada pelo apresentador Luiz Carlos Reche, o jornalista e o ex-presidente do Internacional Fernando Miranda discutiram rispidamente ao falar do atual momento do clube gaúcho, rebaixado no último fim de semana para a Série B do Campeonato Brasileiro. Após uma troca de insultos, Miranda levantou-se da cadeira, foi até Ribeiro e lhe acertou um soco no rosto. Por alguns instantes o programa saiu do ar, voltando em seguida com a presença do dirigente, mas sem a participação de Julio. ”Infelizmente acontece, os nervos estão à flor da pele, o presidente se sentiu ofendido e acabou partindo para as vias de fato. Fazer o quê? Aconteceu. Peço desculpas”, disse Reche ao fim do programa. Torcedor do Internacional, Ribeiro lamentou o ocorrido em sua conta no facebook. ”Estou bem fisicamente, mas muito abalado emocionalmente. Amanhã pela manhã, vou contar detalhadamente o que aconteceu. Já tem vídeo rolando pela internet – editado, sem a minha fala de menos de um minuto. Já acionei meu advogado e amanhã mesmo ingresso com uma ação contra esse descontrolado”, informou o jornalista. Ainda nesta terça-feira (13) Julio publicou em seu canal do youtube a íntegra de sua fala no programa. Tudo ocorria tranquilamente, mas após o jornalista criticar a politicagem em clubes de futebol, o ex-dirigente ficou nervoso e começou a discussão. No vídeo é possível ver Fernando Miranda, bastante exaltado, chamando Julio de asqueroso e babaca, que retrucou “babaca é tu”. Em seguida, a confusão. Em nota divulgada no final da tarde desta terça-feira, a Associação Riograndense de Imprensa repudiou a agressão sofrida pelo diretor da Revista Press. Confira: “A ARI manifesta indignação e denuncia mais um ato violento de desrespeito à liberdade de expressão e a profissão de jornalista. Condenável, sobre todos os aspectos, a agressão física do ex-presidente do Internacional Fernando Miranda ao jornalista Julio Ribeiro, diretor da revista Press, durante programa de televisão, sob o comando de Luiz Carlos Reche, da Ulbra TV, ultrapassou todos os limites, demonstrando intolerância e incivilidade. Estamos solidários com o colega em todas as medidas que venha adotar para que este episódio triste não resulte impune. Atos de selvageria não têm qualquer relação justificável com o tempo em que vivemos. O público que acompanhava o programa foi também ofendido”.