Analista do MinC é assassinada em Brasília

Maria Vanessa Veiga Esteves

Maria Vanessa Veiga Esteves, de 55 anos, analista de projetos culturais patrocinados pela Lei Rouanet na Secretaria do Audiovisualdo MinC, foi assassinada a facadas por volta das 23h de terça-feira (8/8), quando estacionava o carro em frente ao prédio em que morava há dois anos, na 408 Norte, em Brasília.

Ela foi abordada por dois homens e mesmo depois de entregar a bolsa e o celular foi ferida pelas costas. Uma moradora, que não quis se identificar, contou à reportagem da TV Brasília que ouviu pela janela a voz da jornalista pedindo socorro: “Não precisa isso. Leva tudo, mas não precisa isso”.

Mineira, graduada pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Vanessa também era pós-graduada em Comunicação e Imagem pela PUC-RJ e em História da Filosofia (Mosteiro de São Bento/RJ).

Foi coordenadora de programação do Canal GNT e da programação internacional dos canais Globo Internacional e Globosat, além de editora da TV Cultura e da TV Manchete, entre outros cargos. Estava no MinC desde de maio de 2013. Também era aluna do mestrado em Comunicação Social da UnB.

O Sindicato dos Jornalistas do DF, a universidade e o ministério emitiram notas de pesar pelo falecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *